Em entrevista ao UOL, Andressa Urach falou sobre a nova fase de sua vida. A lendária participante de A Fazenda disse que os gays foram muito importantes para seu desprendimento da religião.

“Eu amo os gays. Esse foi um dos motivos pelos quais me desprendi da religião. Não é seu desejo sexual que vai interferir no seu caráter ou dizer que você seja indigno de Deus. Que absurdo é esse? Hoje sou livre com a minha fé e é necessário ter esse respeito, essa empatia. O problema das pessoas com a religião é que ela separa. A fé une.”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Andressa Urach: "Gays me ajudaram a me livrar da Igreja Universal"
Andressa Urach: “Gays me ajudaram a me livrar da Igreja Universal” (Foto: Reprodução / Instagram)

A ex-miss bumbum deixou claro que essa nova Andressa Urach não é um “resgate” da primeira. Ela afirmou que pretende adotar um equilíbrio, ser sensual, mas sem deixar a fé de escanteio.

“Tudo que é em excesso faz mal. Entendi que uma unha postiça preta não é pecado. Um cílio postiço não vai me levar para o inferno. Posso me amar, me valorizar e saber os meus limites. O que machuca a nossa consciência nos agride. Se a minha consciência não está me acusando, eu estou em paz” apontou Andressa Urach.

VEJA TAMBÉM:  Andressa Urach mostra bumbum com arco-íris e seguidores comentam: “rainha LGBT”

A modelo relembrou de quando a igreja a obrigou a se afastar de um amigo homossexual. “Uma vez uma pessoa religiosa fez eu me afastar de uma amizade que eu amava, por essa amizade ser gay, essa pessoa religiosa disse que essa amizade estava me levando ao inferno”.

A loira continua: “O mais engraçado que o meu amigo ‘gay’ que nunca me humilhou e ainda me ajudou no dia que mais precisei, nunca absolutamente nunca me fez mal algum, nem com palavras e muito menos com atitudes. Já a tal pessoa religiosa… além de me julgar sendo que eu não estava fazendo nada de errado na época, ainda me empurrou para o fundo do poço literalmente, com atitudes e palavras”