A série teen de comédia-drama do Disney Channel, que acompanhou o personagem-título, Andi Mack, e seus amigos no ensino médio, foi aclamada por fãs e críticos por suas histórias LGBTQ – especificamente pela forma como lidou com a saída do armário de Cyrus Goodman ( interpretado por Joshua Rush) .

A sexualidade de Cyrus foi abordada pela primeira vez na segunda temporada, quando Andi descobriu que ambos têm uma queda pelo mesmo garoto. Mais tarde, Cyrus disse para sua amiga Buffy, dizendo que ele se sentia “estranho” e “diferente”. Sua resposta foi perfeita.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Cyrus, você sempre foi esquisito. Mas você não é diferente ”, disse Buffy. “Você vai ficar bem, eu prometo.” Lágrimas? Talvez.

Então, no início deste ano, Cyrus se tornou o primeiro personagem da Disney a dizer as palavras “eu sou gay”. Antes disso, ele nunca tinha dito explicitamente que ele se identificou como LGBTQ, então foi, sem dúvida, um marco para a representação queer.

VEJA TAMBÉM:  Lésbicas e fãs da Disney, casal se fantasia de Bela e Cinderela em álbum de casamento

Infelizmente, o show foi cancelado logo em seguida. Mas no final da série – que foi ao ar em 26 de julho – os escritores do programa garantiram que Cyrus recebesse seu final feliz, emparelhando-o com seu amigo TJ.

Cyrus recebe seu final feliz com seu amigo TJ.

Na cena do episódio final Cyrus se senta com TJ em frente a uma fogueira, e compartilha algo que ninguém sabe sobre ele – seu nome verdadeiro. Após a revelação de TJ de seu “segredo”, ele pergunta a Cyrus se há mais alguma coisa que ele gostaria de saber, hesitante, procurando por sua mão.

“Há mais alguma coisa que você queira me contar?” Cyrus pergunta. “Sim”, diz TJ. Os dois finalmente dão as mãos e sorriem, marcando o início do primeiro casal gay adolescente do Disney Channel, entre dois personagens principais.

É um momento apropriadamente gentil para um show que lidou com seu personagem gay e seus enredos de uma forma tão real e humana. E enquanto os fãs estão tristes, este é o último momento de Cyrus e TJ, e todos os personagens de Andi Mack, certamente foram importantes.

VEJA TAMBÉM:  "A Pequena Sereia" original, de 1837, foi inspirada em paixão gay não correspondida do autor

Terri Minsky, criadora do programa, falou sobre a cena em questão com a Paste Magazine e revelou por que um beijo não foi mostrado: “Eu sinto que um beijo, de certa forma, não teria sido realista para esses personagens.”

“Muita dessa história, muito dessa jornada entre Cyrus e TJ foi subtexto, e acho que o que quer que estivessem dizendo um para o outro, eles não estavam realmente dizendo em palavras. E mesmo essa conversa final não é explícita.”

“Adoro que eles tenham aquele momento de se alcançar e de mãos dadas, em minha mente, no mundo em que vivemos, na história desse relacionamento, isso é muito. Eu acho que o primeiro contato físico com alguém é tão intenso.”

“Eu senti que essa era a história desses personagens, que eles finalmente entenderam o que estavam dizendo um para o outro, e não era como se tivessem que se perguntar, ele está dizendo isso? ou ele está pensando isso?” Terri disse que não queria que eles se beijassem apenas para torná-lo uma novidade para a Disney, acrescentando: “Eu adoraria que se fôssemos continuar e ter outra temporada ou outra história, eu adoraria ter o primeiro beijo LGBTQ em Disney.”

VEJA TAMBÉM:  Por personagem gay, Quênia cancela sinal do Disney Channel no país

Assista o momento emocionante entre Cyrus e TJ abaixo:

Andi Mack chega ao fim com o primeiro romance gay do Disney Channel