A série American Gods levou os fãs LGBTQI+ a um êxtase por conta do último episódio, onde ocorre uma bela de uma orgia. Inclusive uma das atrizes, Dana Aliya Levinson, recebeu destaque pela interpretação e possivelmente será indicada ao TONI.

A produção da “Starz” e baseada no romance de Neil Gaiman publicado em 2001, tem conquistado inúmeros fãs ao redor do mundo e, principalmente pessoas LGBTQI+, por abordar a comunidade de uma forma natural e coesa.

American Gods tem cena de Orgia
Cena da 3 temporada (Foto: Reprodução/Divulgação)

O último episódio da terceira temporada de American Gods, intitulado “The Rapture of Burning”, foi aclamado pela crítica por uma orgia de cinco minutos que apresenta personagens de todo s os tipos. Como nem tudo são flores, o episódio desagradou alguns conservadores, mas a maioria dos fãs se posicionou nas redes e aclamou a produção.

No Twitter, fãs aclamam a autodescoberta da sexualidade de um dos personagens, Salim, “Linda cena de descoberta de Salim e de auto-aceitação, trabalho maravilhoso” declarou um dos perfis. Na cena, o personagem adentra a uma boate LGBT e se descobre