O maquiador uruguaio – e pet de hetero -, Agustin Fernandez, estava com bastante tempo livre após ser bloqueado pelo Facebook, e resolveu se envolver em mais um escândalo na internet (ainda por motivos de política).

É que após Bruna Marquezine postar pedindo explicações ao Clã Bolsonaro, o maquiador decidiu tentar tirar proveio da situação e atacou a atriz; consequentemente, perdendo um contrato de trabalho.

Bruna fez um questionamento sobre a ausência de esclarecimento dos escândalos que envolviam o filho do Presidente eleito, Flavio Bolsonaro: “Presidente Bolsonaro: explique ao mundo as finanças da família”.

Bruna ainda comentou sobre a atuação de Bolsonaro na conferência de Davos, evento importante no qual o presidente discursou por apenas seis minutos.

Agustin, sem pensar duas vezes, já saiu em defesa do presidente eleito e fez um post ofensivo: “Bruna Marquezine, quem te deu um pé na bunda não foi o Bolsonaro, foi o Neymar. Pare de descontar sua dor nele, ressentida”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Reprodução: internet

Sem ter ideia das dimensões que seu ataque ia tomar, e nem com a legião de fãs da atriz que ficaram ressentidos pela postagem do maquiador atacando a mesma.

O Instagram da empresa La Make, onde Agustin participaria de um evento, foi alvo de comentários exigindo um posicionamento da empresa. A empresa disse que não faria apologia à violência ou desrespeito e cancelou o evento em que o maquiador trabalharia.

Ao contrário do que o maquiador esperava, a postagem lhe rendeu prejuízo.

Reprodução: internet