O humorista Paulo Vieira comentou o recente boicote e abaixo-assinado que reuniu mais de 1 milhão de assinaturas contra o especial de Natal do Porta dos Fundos, que traz um personagem Jesus onde sua sexualidade é questionada sendo gay.

Acontece que, diferente dos programas de humor de antigamente, neste, a graça não está necessariamente no personagem ser gay como algo pejorativo. O que é questionado é justamente a hipocrisia dos que não aceitariam Jesus fazendo parte de um grupo minoritário, o que em sua época, vale lembrar, ele fazia e sempre caminhou ao lado justamente destas pessoas.

Falando sobre o assunto, o humorista Paulo Vieira não teve papas na língua e disse acreditar que isso só mostra que a maior parte dos fieis é na realidade homofóbico e preconceituoso.

“Com a repercussão negativa do especial do @portadosfundos,o Brasil tá dando o seu recado: JESUS QUE VOLTE HÉTERO CUSPINDO NO CHÃO, se voltar gay, ou mesmo afeminado é cruz de novo! Vamo matar até vir uma versão TOP. Jesus, a única coisa que evoluiu em 2 mil anos foram os pregos”, postou em seu Twitter.

A publicação teve grande alcance atingindo mais de 28 mil likes e 6 mil respostas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em outra publicação seguinte completando seu raciocínio, Paulo ainda assinou ironicamente: “Assinado: Paulo Vieira, cristão, católico, batizado, crismado, frequentador da missa, alinhado com o Papa, ZERO ofendido com esse especial e extremamente ofendido com as igrejas e líderes religiosos preconceituosos e exploradores.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).