O Critics’ Choice Awards anunciou os vencedores de sua 24ª edição neste domingo (13). Promovida e votada pelos especialistas da Broadcast Film Critics Association e da Broadcast Television Journalists Association, a cerimônia foi comandada pelo ator Taye Diggs, de All American.

O primeiro prêmio da noite foi para Lady Gaga, que subiu ao palco para receber das mãos de Ricky Martin a estatueta de “Melhor Canção” por “Shallow”, do fenômeno “Nasce Uma Estrela”, acompanhada por um dos compositores da música, Anthony Rossomando.

“Isso significa o mundo para nós. Eu nunca vou esquecer quando escrevemos essa música junto com Mark Ronson e Andrew Wyatt”, disse Gaga sobre seus colegas compositores, antes de falar sobre Bradley Cooper, diretor do filme. “Eu nunca vou esquecer de interpretá-la para o Bradley pela primeira vez e ver seu rosto se iluminar, e depois cantarmos juntos, take atrás de take. Eu fiquei hipnotizada tanto quanto minha personagem Ally. Eu estava me deliciando com a brilhante transformação de Bradley em Jackson Maine, cantando em seu palco, e impressionada com a narrativa e com o poder de sua voz. Essa música é uma conversa entre homens e mulheres, fazendo perguntas uns aos outros sobre a vida… e a superficialidade de uma era moderna. Estou tão feliz que ressoou com vocês“, afirmou ela.

Uma das supresas da noite foi que Lady Gaga (Nasce Uma Estrela)  também ganhou o prêmio de Melhor Atriz empatando com  Glenn Close (A Esposa). Gaga não conseguiu segurar sua emoção e foi às lágrimas. Em seu discurso ela agradeceu aos críticos que a premiaram, a Bradley Cooper e a toda a equipe do filme. “Minha mãe e Glenn são muito amigas. Estou tão feliz que você ganhou esse prêmio esta noite“, começou a popstar. “Bradley, você é um cineasta mágico. E você tão mágico como um ser humano também. Eu nunca tive uma experiência com um diretor ou ator como a que eu tive com você, e eu vou lembrar disso para sempre. Foi a coisa mais difícil que eu já fiz“.

Gaga ainda continuou falando depois de ultrapassar o tempo. “Tudo bem, eu posso fazer isso com o piano em plano de fundo. Mas eu quero agradecer a uma coisa mais que tudo. Quero agradecer à vida por todas as experiências que tive para chegar a esse papel. (…) Eu quero dedicar este prêmio hoje para todas as pessoas que já sofreram com alcoolismo ou vício, e para aqueles que já viram seu amor sofrer alguma vez. Eu quero nada mais do que mostrar a verdade e o poder dessa dinâmica desoladora. A verdadeira estrela do filme não sou eu, é coragem e perseverança. Obrigada, eu amo vocês“, declarou.

Já Close fez um discurso enaltecendo as mulheres da indústria. “Estou tão emocionada que foi um empate. Eu estava pensando que, você sabe, o mundo meio que nos coloca umas contra as outras nessa profissão e eu sei que todas as mulheres nesta categoria, e eu acho que posso falar por todas as mulheres no recinto, nós celebramos umas as outras. Estamos orgulhosas de estar aqui juntas“, observou a atriz.

O vencedor do Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro, “Roma” conquistou quatro prêmios na 24ª edição do Critics’ Choice, incluindo os de melhor filme e de melhor diretor para o mexicano Alfonso Cuarón.

A produção também conseguiu os prêmios de melhor fotografia e de melhor filme estrangeiro. Na categoria melhor filme, a lista de candidatos tinha filmes como “A Favorita”, “Pantera Negra” e “Infiltrado na Klan”. Já nas categorias de interpretação, Christian Bale levou o prêmio de melhor ator (“Vice”).

Confira a lista completa de vencedores:

CINEMA

Melhor Filme – Roma

Melhor Ator – Christian Bale – Vice

Melhor Atriz – Glenn Close (A Esposa) e Lady Gaga ( Nasce Uma Estrela )

Melhor Ator Coadjuvante – Mahershala Ali – Green Book

Melhor Atriz Coadjuvante – Regina King – Se A Rua Beale Falasse

Melhor Ator/Atriz Jovem – Elsie Fisher – Oitava Série

Melhor Elenco – A Favorita

Melhor Diretor – Alfonso Cuarón – Roma

Melhor Roteiro Original – Paul Schrader – First Reformed

Melhor Roteiro Adaptado – Barry Jenkins – Se A Rua Beale Falasse

Melhor Cinematografia – Alfonso Cuarón – Roma

Melhor Design de Produção – Hannah Beachler, Jay Hart – Pantera Negra

Melhor Edição – Tom Cross – O Primeiro Homem

Melhor Figurino – Ruth Carter – Pantera Negra

Melhor Cabelo e Maquiagem – Vice

Melhores Efeitos Visuais – Pantera Negra

Melhor Animação – Homem-Aranha: No Aranhaverso

Melhor Filme de Ação – Missão Impossível – Efeito Fallout

Melhor Comédia – Podres de Ricos

Melhor Ator em Comédia – Christian Bale – Vice

Melhor Atriz em Comédia – Olivia Colman – A Favorita

Melhor Filme de Sci-Fi/Terror – Um Lugar Silencioso

Melhor Filme Estrangeiro – Roma

Melhor Canção –  “Shallow” – Nasce Uma Estrela

Melhor Trilha Sonora – Justin Hurwitz – O Primeiro Homem

TV

Melhor Série Dramática – The Americans (FX)

Melhor Ator em Série Dramática – Matthew Rhys – The Americans (FX)

Melhor Atriz em Série Dramática – Sandra Oh – Killing Eve (BBC America)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática – Noah Emmerich – The Americans (FX)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática – Thandie Newton – Westworld (HBO)

Melhor Série de Comédia – The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Melhor Ator em Série de Comédia – Bill Hader – Barry (HBO)

Melhor Atriz em Série de Comédia – Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia – Henry Winkler – Barry (HBO)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia – Alex Borstein – The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Melhor Minissérie – The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story (FX)

Melhor Telefilme – Jesus Christ Superstar Live in Concert (NBC)

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme – Darren Criss – The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story (FX)


Assista também:


Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme – Amy Adams (Sharp Objects (HBO) e Patricia Arquette ( Escape at Dannemora (Showtime)

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme – Ben Whishaw – A Very English Scandal (Amazon)

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme – Patricia Clarkson – Sharp Objects (HBO)

Melhor Série de Animação – BoJack Horseman (Netflix)