Lady Gaga ganhou o Oscar de melhor canção original com “Shallow”, de “Nasce uma estrela”, neste domingo (24). A cantora interpreta a protagonista Ally, garçonete alçada à fama pelo cantor decadente Jack (Bradley Cooper). Além de atuar, Gaga cantou e compôs parte da trilha sonora. Ela também concorria como melhor atriz, mas perdeu para Olivia Colman, de “A favorita”.

A música de “Nasce uma Estrela” também tem Mark Ronson, o homem que ajudou Amy Winehouse a moldar seu som, entre os produtores. Chorando no palco, Gaga agradeceu a todos os presentes, mas principalmente a seu parceiro de canção e seu diretor, Bradley Cooper.

“Se você está em casa, no seu sofá, assistindo a isso, tudo o que eu tenho a dizer é que esse é um trabalho duro. Eu trabalhei duro por muito tempo para chegar até aqui. Não é sobre ganhar, é sobre não desistir. Se você tem um sonho, lute por ele. Existe uma disciplina. Não é sobre quantas vezes você foi rejeitado, caiu e teve que levantar. É quantas vezes você fica em pé, levanta a cabeça e segue em frente.”

Com a vitória na categoria de Melhor Canção Original, Lady Gaga se tornou a primeira artista na história a sair vencedora nas principais premiações mundiais em uma só temporada. A cantora é agora uma orgulhosa detentora de prêmios do BAFTA’s, Globo de Ouro, Grammy e Oscar; agora é a canção mais premiada da história, totalizando 32 prêmios. A marca anterior também era de uma mulher. “Formation”, de Beyoncé, agora fica em segundo lugar na quantidade de prêmios recebidos.

“Shallow” é apresentada por Lady Gaga e Bradley Cooper para o filme “Nasce Uma Estrela”, protagonizado pelos dois artistas.


Assista também:


Momentos antes, ela tinha se apresentado ao lado do ator no palco da premiação.