O australiano Dave Marshall começou a trabalhar fazendo pornô em março deste ano. Com um bom montante arrecadado, ele decidiu doar parte para uma instituição de caridade de prevenção ao suicídio. Só de sua conta onlyfans, o rapaz juntou 5 mil dólares australianos (pouco mais de 3.500 dólares americanos).

Acontece que ao tentar transferir seu dinheiro para a Beyond Blue, a transação foi recusada sob alegação de que eles não poderiam aceitar estas doações devido a origem do dinheiro.

Ao pedir mais explicações por e-mail, a ONG respondeu que nada no campo da pornografia, jogo e álcool teria doações aceitas. A instituição de caridade ainda pediu a ele para remover todas as menções deles em seus perfis de redes sociais e site pessoal.

Dave Marshall… tentou fazer boa ação, mas teve doação recusada.

Eles também pediram que ele se certificasse de que “os futuros consumidores de seus produtos não tenham a impressão de que sua compra está de alguma forma apoiando a Beyond Blue”.

O ator se disse em choque: “Pra mim, dinheiro é dinheiro. Foi algo de coração!”, disse decepcionado.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Procurada, a Beyonc Blue, que havia recusado sua doação, se explicou:  “A Beyond Blue é uma organização sem fins lucrativos que fornece informações e apoio a todas as pessoas na Austrália que sofrem de depressão, ansiedade e tendências suicidas. Temos um histórico orgulhoso de defender e apoiar as comunidades LGBTI e isso continua”, afirmou em nota.

E continuou:  “Somos honrados pelo extraordinário apoio de muitos indivíduos que arrecadam fundos para o nosso trabalho. Mas temos uma política clara de captação de recursos que não nos permite aceitar o produto de certas atividades, inclusive da venda de pornografia. Também pedimos que os captadores de recursos comunitários registrem suas atividades conosco para que possamos apoiar o que estão fazendo.”

O textão um tanto moralista ainda conta com um agradecimento: “Descobrimos o histórico das doações generosas do Sr. Marshall por meio de reportagens da mídia, e então contatamos o Sr. Marshall para esclarecer se os fundos que ele pessoalmente doara para a Beyond Blue eram derivados da venda de pornografia. A essa altura, aceitamos esses fundos acreditando que eles eram doações pessoais.”, disse.

E termina afirmando: ’Expressamos nossa sincera gratidão ao Sr. Marshall por seu apoio às pessoas afetadas pela depressão, ansiedade e suicídio e se ofereceu para reembolsar suas doações. Respeitamos sua decisão, sua contínua dedicação à causa e desejamos a ele boa sorte ”, disseram eles.

Ainda assim, Dave Marshall  disse à reportagem do GayStarNews que não desistiu de fazer o bem e conseguiu fazer sua doação ao instituto Black Dog Institute, que cuida de pessoas com problemas mentais.

“Eles são os maiores da Austrália. No final do dia, todo mundo ganha dinheiro de maneiras diferentes – é o que você escolhe fazer com ele que pode fazer a diferença ou não.”, disse Dave.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).