A tal “brincadeira”, como dita por ele, com Luisa Marilac a chamando de homem nas redes sociais, prejudicou não só a imagem, mas o bolso e a carreira do cantor Nego do Borel.

A gravação de seu novo DVD, que estava prevista para acontecer no próximo dia 29 de janeiro, acaba de ser cancelada.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após o comentário transfóbico com Luisa Marilac, o show já havia sofrido com o cancelamento de algumas participações, como as de Luisa Sonza e Ludmilla.

Nego não cancelou a gravação à toa. Dia 29 de janeiro é o Dia da Visibilidade Trans. Em consideração a isso e afim de mostrar que está aprendendo com seus erros, o cantor cancelou a gravação na data e justificou em um vídeo em suas redes sociais afirmando:

VEJA TAMBÉM:  Prefeitura de SP oferece 470 vagas de emprego para transexuais; inscreva-se

“Pessoal, boa tarde. Nos últimos dias venho tentando aprender. Estou aprendendo e entendendo o significado de tudo que vem acontecendo. Descobri que no dia 29 de janeiro é dia da visibilidade trans. Em respeito a todas as pessoas que feri, a comunidade LGBT+ e aos meus amigos que convidei para gravar o DVD junto comigo, peguei, sentei com a minha galera e tomei a decisão de deixar o meu DVD para gravar em outro momento. Agora não vai ser um momento de comemoração. Vai ser um momento de reflexão”, disse.

Ele ainda afirmou que tem aprendido com todas as críticas que recebeu desde seu comentário descabido: “Eu quero agradecer toda galera que está do meu lado, que está me mandando mensagem, que está me criticando, me ensinando e que está preocupada comigo. E dizer que o que eu fiz não foi certo. Quero pedir para toda a galera que me segue procurar entender e aprender sobre a comunidade e para poder não ferir ninguém, como aconteceu. Todo mundo recebe amor e respeito.”

VEJA TAMBÉM:  Atriz trans interpretará Roberta Close em filme sobre Hebe
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).