Nashom Wooden, também conhecido como a drag Queen estadunidense Mona Foot, faleceu aos 50 anos sendo mais um vítima do coronavírus no mundo.

O designer da Project Runway, Geoffrey Mac, era um grande amigo de Nashom e compartilhou em seu Instagram pesar pela triste notícia.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu só quero ter certeza de que todos estejam saudáveis ​​e cuidem um do outro”, disse Mac. “O vírus é realmente real e eu sinto muito.”

Mana Foot ficou famosa  na cena pré-Drag Race de Nova York no início dos anos 90, quando fazia lypsincs incríveis da diva Aretha Franklin. Mona também era conhecida por se vestir como Mulher Maravilha em muitas de suas montações, se tornando esta uma de suas marcas registradas.

VEJA TAMBÉM:  Pabllo Vittar aparece em versão homem e drag em capa de revista

Em entrevista com Michael Muito em 2017, Nashom disse sobre sua carreira: “Entendi o poder disto! Ser não apenas um super-herói, mas ser negro, ser homem e afeminado e me apresentando como a mulher maravilha!”

No final dos anos 90, Wooden chegou a seguir carreira de cantor no trio de dance-pop The Ones. Ele também apareceu ao lado de Robert De Niro no filme Flawless e trabalhou por muito tempo na boate de Nova York, The Cock, onde se tornou uma das figuras mais conhecidas da noite LGBT novaiorquina.

Muitos de seus amigos e fãs, famosos e anônimos, compartilharam pesar pela notícia nas redes sociais:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).