O produtor David Brazil, de 49 anos, sai em defesa de Nego do Borel após o comentário transfóbico do cantor.

Ontem, após a repercussão do comentário transfóbico que Nego do Borel ofendeu a Luisa Marilac, David Brazil defendeu o cantor com um comentário na foto de Luisa. O famoso produtor comentou: “Amor, ele não teve a intenção. Ele é DO BEM TOTAL, foi zoeira, fica assim não”.

Com esse comentário David Brazil defende a transfobia do Nego do Borel, porém depois de algumas horas, David apagou seu comentário e nisso vários internautas estão comentando no post de Luisa sobre o posicionamento do produtor.

https://www.instagram.com/p/BsijruFhSO3/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=196a9gce0w2v5

Um dos comentários disse: “@davidbrazil tá cobrando quanto pra defender hétero? Se não foi a intenção dele, que ele venha aqui e se desculpe. Não ouse minimizar a dor de Luisa no que você ACHA ser uma brincadeira. E, de todo mundo, não existe na FACE DA TERRA “brincadeira” de cunho discriminatório. Perdeu a chance de ficar calado”.

E na manhã desse domingo, 13, após toda essa polêmica, Nego do Borel usa seu perfil oficial do Instagram para se desculpar com Luisa, e fala:
” Luisa, quero te pedir desculpa do fundo do meu coração, perdão pelo meu comentário. Realmente, eu errei, me perdoa. É um jeito meu que eu estou tentando mudar, aos poucos a gente vai mudando”.


Assista também:


Como diz Lilian Monteiro, “Todos sabem que a palavra é o reflexo do que se pensa e deseja e que ela tem impacto direto na vida, seja para agradar ou agredir alguém”. E as palavras do Nego do Borel agrediu a Luisa e não tem como voltar no tempo e desfazer o seu comentário transfóbico, um simples pedido de desculpas não vai fazer ela esquecer disso, não é tão simples como fazer um comentário e depois de algumas horas excluir.

Maikon Stefan
Amante do teatro, tv e de Harry Potter, formado em Técnico em Administração e Bacharel em Ciência e Tecnologia (UNIFESP-SJC). Atualmente cursa Engenharia de Materiais (UNIFESP-SJC). Também foi Presidente da Empresa Júnior (Ectm Jr). "Me chama pra causar que eu vou".