Durante a 40ª edição da Feira Internacional de Turismo (Fitur) a Argentina foi premiada com título de “Destino LGBT 2020”.

De acordo com o site H2FOZ, o prêmio é devido as atividades que os setores públicos e privados têm feito para atrair turistas das diversas orientações sexuais, também “pela excelência de muitos de seus destinos” e pelo “caráter de país pioneiro na promoção internacional e desenvolvimento federal do turismo LGBT”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Realizada em Madri, na Espanha, a Feira é uma das mais importantes do setor de turismo e recebe visitantes e expositores de todo o mundo. O evento tem a estimativa de receber 11 mil empresas que vão expor os trabalhos, com a presença de mais de 160 países (inclusive o Brasil) e de 253 mil visitantes.

De acordo com dados da Organização Mundial do Turismo (OMT), o público LGBT corresponde a 10% dos viajantes do planeta e movimenta 15% do faturamento do setor. Apenas no Brasil, que não possui uma política para receber esse segmento como a Argentina, o turismo LGBT representa ingressos anuais de US$ 26,8 bilhões na economia. Apenas a Parada LGBT de São Paulo, em 2018, reuniu cerca de três milhões de pessoas e gerou uma receita de 190 milhões.

VEJA TAMBÉM:  Mala Pronta Viaja Bi: evento de turismo LGBT acontece em São Paulo neste sábado

Foto: Reprodução/ O Tempo