O Zoológico de Amsterdã criou uma maneira incrível e educativa de celebrar a Parada LGBT da cidade este ano. Eles estão oferecendo um passeio de 1 hora com guia turístico cujo tema é a homossexualidade no reino animal.

Durante o passeio, que custa 21 euros, visitantes ficam sabendo notícias e relatos de comportamento homossexual de cada espécie que vai sendo observada durante a visita.

“A natureza tem muito mais diversidade do que as pessoas sabem. Não só sobre animais com comportamento homossexual como também bichos que até trocam de sexo, ou animais que nem dependem deste tipo de reprodução genética como a humana, que exige macho e fêmea”, afirmou a bióloga do zoológico Charlotte Vermeulen à imprensa.

Isso sem falar nos animais homossexuais que formam casais e adotam filhotes abandonados por mais heterossexuais, como já se teve notícia. Historicamente, a homossexualidade já foi observada cientificamente em mais de 1.500 espécies de animais, de pássaros a insetos e mamíferos como leões, pinguins, golfinhos, gorilas, girafas, dentre muitos outros.

E como diz o convite ao tour do zoológico: “A homossexualidade faz parte de uma minoria de quase todas as espécies e não é um erro da natureza como acreditam algumas pessoas. Pelo contrário, existe e é absolutamente normal e presente.” Diferente da homofobia, né?

Aqui mesmo no Põe na roda a gente já noticiou alguns casos, como de leões gays, gorilas, cisnes e tartaruga que foram notícia na imprensa.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).