Yuri Alzaniel foi encontrado morto na segunda (26), no município de São José do Mipibu, no Rio Grande do Norte e foi agredido com pedradas até não resistir, o motivo? Crime de homofobia. O jovem tinha apenas 16 anos, era negro e LGBT, foi deixado agonizado e exposto de forma cruel nas redes sociais, e infelizmente não resistiu.

Yuri Alzaniel tinha 16 anos
foto cedida pela família – reprodução: G1

O jovem tinha saído da casa da mãe sem avisar e levou em sua mochila roupas e alguns pertences. “A mãe dele chegou aqui desesperada. Eu estava sentada na cama. Ela veio dizendo que Yuri não estava em casa, que olhou nas gavetas e não tinha nenhuma roupa dele”, contou a avó Aldaci Lopes para o G1.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Yuri Alzaniel morto por homofobia
reprodução: twitter

Yuri Alzaniel se tornou em mais uma vítima da LGBTfobia, que coloca o Brasil em 1º lugar mundial de assassinatos. Nas redes sociais, principalmente no twitter, jovens utilizam a hashtag #JusticaPorYuri para manifestar seu repúdio e dor em relação a esse crime de ódio. Nós do Põe Na Roda nos solidarizamos com todos os amigos e familiares de Yuri Alzaniel e esperamos pela justiça.

VEJA TAMBÉM:  Professora trans processa Universidade e ganha R$ 3 milhões em indenização