Semana passada no Brasil, um policial militar foi repreendido por ter dado um selinho em público.

O policial Leandro Prior foi alvo de humilhação e ódio nas redes sociais e até mesmo por parte de profissionais da própria polícia, como o sargento Renato Nobile, que incitou a morte do colega de profissão nas redes sociais.

A Polícia Militar também escancarou sua hipocrisia ao dizer que não aprova a homofobia mas ele não poderia fazer isto fardado, sendo que muitos policiais heterossexuais fazem exatamente isso sem nunca terem sofrido qualquer punição.

Pois bem. Após a ida do PM gay Leandro ao programa do Cabrini no SBT e notícias em vários grandes portais debaterem sobre o assunto homofobia na polícia militar, algo sempre ignorado pela instituição policial brasileira, olha essa.


Assista também:


Enquanto o Brasil engatinha em relação a se incluir o tema da diversidade em suas corporações, todas cheias de homofobia velada e casos onde são observados dois pesos duas medidas, na Europa (primeiro mundo, né mores?) existe já há mais de 10 anos, a Associação Europeia de Policiais LGBTs, ou EGPA.

Integrantes da EGPA em um dos eventos do grupo.

Fundada em 2004, A EGPA é uma organização indepentente que reúne integrantes LGBTs das polícias de todos os países da Europa, fornecendo uma plataforma para se denunciar e apurar casos de discriminação, fornecer suporte e apoio a profissionais LGBTs, melhorar práticas da polícia, diminuir a ignorância e favorecer a inclusão destes profissionais na classe policial.

(continua abaixo)


Veja também:


Além disso, a organização favorece a cooperação entre os membros e organiza conferências bienais e fornece recursos de treinamento para as forças policiais em toda a Europa. Conheça o site deles aqui. E fica a dica às Instituições Policiais Brasileiras. Já fomos o último país a abolir a escravatura, bora aprender com a História e não ficar pra trás novamente?

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).