Por mais que a gente tente ressignificar palavras sendo LGBT e usando “bicha” da maneira mais carinhosa e positiva possível, é sempre fácil sacar quando a expressão ainda é usada de maneira pejorativa como chacota ou ofensa. Foi como muitos encararam semana passada no Programa Sílvio Santos em uma brincadeira em que o apresentador citava Pabllo Vittar, Gominho e David Brazil os relacionando ao termo.

Pois bem. Nem uma semana após a exibição do momento questionável na TV, em uma nova gravação do programa na última terça-feira, ontem (e que ainda não foi exibida), a cantora Preta Gil saiu do SBT bastante chateada, após Sílvio Santos chegar dizendo para ela: “Você está mais gorda que da última vez que esteve aqui, mas seu rosto continua bonito!”

A fala, feita logo na abertura da gravação, caiu como um balde de água fria na cantora, que estava apreensiva. Preta só topou participar da gravação porque estaria competindo contra um amigo, o promoter David Brazil, e também pela oportunidade de rever Silvio Santos, a quem sempre admirou.

Durante a gravação do game, Preta interagiu pouco com Silvio, deu respostas breves às perguntas feitas e estava visivelmente incomodada por permanecer no estúdio.

A participação de Preta Gil e David Brazil no Jogo das 3 Pistas não tem previsão de ir para o ar. Nos corredores do SBT, já há quem defenda que ela sequer seja exibida, por causa da polêmica. A decisão final ficará nas mãos do próprio Silvio.

Sinais de que Sílvio Santos já não raciocina de acordo com os tempos atuais, em que minorias não toleram mais serem alvo de chacota, muito ao contrário de antigamente,  não faltam.

Basta lembrar de quando ele questionou o peso de Fernanda Lima a chamando de magra demais, constrangeu Maísa tentando forçar a barra empurrando o tal Dudu Camargo pra ela, agora chamando Preta Gil de gorda e dizendo “mas tem um rosto bonito”, ou ainda na semana passada, quando achou engraçado relacionar a palavra bichas a Pabllo Vittar, David Brazil e Gominho. Também vale lembrar de quando uma transexual foi ao programa e Sílvio ficou perguntando “Mas é homem? Não pode ser!”, nem me lembro exatamente quem e a data exata, mas enfim.

Não se trata de uma uma gafe ou um engano. Erros todos podemos cometer e desculpas resolveria. Mas quando o erro se repete, ou é sinal de burrice da pessoa, ou no caso de Sílvio, que é um homem talentoso e inteligente, a prova de discordância com o tempo em que (ainda) vive. Lamentável…

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).