O Miss Universo 2019 não fez história apenas com a vitória da sul-africana Zozibini Tunzi, que trouxe ao concurso de beleza mundial muita representatividade negra e a discussão sobre padrões de beleza.

Swe Zin Htet, de 20 anos, competiu no concurso representando Myanmar. Ela tomou a corajosa decisão de se tornar pública sua orientação sexual como lésbica, apesar das relações homoafetivas ainda serem criminalizadas em seu país natal, Mianmar.⁣⁣⁠

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

⁣⁣“Entendi minha orientação sexual depois de muito tempo em que estive confusa. Eu já sabia que era com certeza desde 2015”, disse ela em entrevista ao Fórum de concursos Missosology.⁣⁣⁠

⁣⁣“É pessoalmente bastante desafiador, mas sinto que tenho uma voz maior e a melhor posição para promover essa causa. Alguns fãs de concurso sabem disso e ainda me apoiam, mas é a primeira vez que posso falar sobre isso em público”, explicou.

VEJA TAMBÉM:  Miss EUA terá primeira participante abertamente bissexual
Miss Myanmar é a primeira candidata abertamente lésbica dos concursos de miss.

Depois de vencer o concurso Miss Universo Myanmar 2019 em maio, Htet competiu no concurso Miss Universo em 8 de dezembro. Ela não conseguiu entrar no top 20, mas ganhou atenção por ser a primeira concorrente abertamente LGBT.

⁣⁣⁠Agora, Htet disse que quer usar sua voz para promover a aceitação e a igualdade de direitos em Mianmar.

⁣⁣⁠“Quero que o mundo aceite a comunidade LGBTQ e seu direito de escolher seu próprio caminho e buscar a felicidade. O amor é a coisa mais poderosa e as pessoas se apaixonam por seres humanos, não por gêneros”, continuou ela.⁣⁣⁠

⁣⁣⁠E concluiu lindamente: “Devemos sempre ter a liberdade de escolha e promover a igualdade.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).