Faltando pouco mais de uma semana para realizar sua primeira Parada do Orgulho LGBT, as ruas da pequena cidade de Szczecin, na Polônia, já estavam com tudo pronto para celebrar sua primeira edição do evento, inclusive com uma feira LGBT de artesanato e comida já acontecendo nas ruas.

Com estandes nas cores do arco-íris e guarda-chuvas para proteger do sol, a feira, que seria um evento pacífico e organizado, acabou tendo sua estrutura destruída por um grupo de homofóbicos que se reuniu e em 2 minutos levou tudo ao chão.

Testemunhas descreveram os homens como “hooligans de futebol”. Já alguns comentaristas on-line suspeitam que eles possam ser membros da extrema-direita National Radical Camp (ONR) do país. O ONR tem um histórico de retórica anti-LGBTI.

Parte do triste acontecimento foi registrado em vídeo. Veja abaixo:

A polícia está à procura dos criminosos. “Se os infratores forem pegos, eles provavelmente enfrentarão acusações de vandalismo”, disse Piotr Godzisz, da divisão da polícia que investiga crimes de ódio no país.

Ainda assim, muito provavelmente, não haverá uma penalidade grave para a motivação homofóbica, como adiantou a reportagem do GayStarNews.

Organizadores da Parada LGBT esperam que a realização evento ajude a melhorar a aceitação LGBT em Szczecin.

“Acreditamos que todos tem suas diferenças, mas no fundo somos iguais. Nós acreditamos no amor acima de tudo. Se você compartilhar este pensamento, ajude-nos a mudar o mundo para melhor!”, diz um texto do grupo na página do Facebook que convida a todos para celebrar a 1ª Parada LGBT da cidade.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).