Em um vídeo postado em seu Tiktok, a influenciadora digital Kéfera pode ter saído do armário como bissexual, pansexual ou lésbica… Ao menos é o que maioria dos internautas entenderam pela publicação.

No curto vídeo de 18 segundos, a influenciadora – que encerrou recentemente seu canal do Youtube mas se mantém ativa em outras redes sociais – aparece atualizando a timeline enquanto está escrito que só há meninas na sua timeline.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Durante toda ação toca de fundo o hino-sapatão “All The Things She Said”, da dupla russa T.A.T.U., sucesso total entre lésbicas na primeira década de 2000. Nisso, Kéfera “entende” o que está acontecendo, ainda que não fale nada explicitamente.

Emocionada, Kéfera anuncia sua saída do YouTube após 10 anos (Foto: Reprodução / Youtube)
Emocionada, Kéfera anuncia sua saída do YouTube após 10 anos (Foto: Reprodução / Youtube)

Para a Internet, não precisa de maior confirmação juntando os fatos do vídeo postado. “Não existe explicação hétero a partir do momento que All Things She Said começa a tocar”, disse @_mariasapatao_ no Twitter.

VEJA TAMBÉM:  Japoneses enrustidos estão com medo que coronavírus os tire do armário; entenda

Curiosamente, muitas meninas reagiram sem muita surpresa: “Sempre soube kkk bora Kéfera!”, disse @Giihmomsen97 e “Caras desde quando eu tinha FC pra essa desgraçada em 2012/2017, eu sempre soube. Meu sapatometro não falha nunca”, disse @gaybizao. Tudo isso dentre muitas outras lésbicas que disseram o mesmo.

@mimihrere, uma outra internauta lembrou que talvez o assunto nem seja tão novidade assim, podendo simplesmente ter passado desapercebido pelos “habitantes do Vale”: “Meu, o Matheus Mazzafera já contou em um vídeo que ela pega mais mina que tudo sjhahahahahah”.

Será que realmente tivemos uma saída do armário à francesa? Até o momento Kéfera não falou sobre o assunto abertamente. Assista ao post de Kéfera abaixo, repostado no Twitter da @bsapatomica, e tire suas conclusões:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).