Dois artistas de rua de Nova York protestaram contra um pregador homofóbico da forma mais criativa possível: abafando o discurso de ódio com seus instrumentos musicais.

O homem estava pregando com um microfone e o que parecia ser uma bíblia debaixo do braço no Union Square Park na última sexta-feira (25).

Em um vídeo postado no instagram é possível ouvir o pregador dizendo algo como:
A comunidade homossexual tem a maior taxa de suicídio de todas“.
Alguns músicos estavam tocando nas proximidades, e decidiram se aproximar quando ouviram o que ele estava dizendo.

O cineasta Nicolas Heller estava passando no momento e registrou tudo com sua câmera:
Eu estava atrasado para uma reunião quando passei pelo local, então só tinha dois minutos para ver o que estava acontecendo“, disse ele em entrevista ao site Queerty.

Heller identificou os músicos como Julian Roel e Augie Bello, estudantes de música da New School em Manhattan.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Nicolas então resolveu compartilhar o vídeo em suas redes sociais e, em menos de 48 horas, a postagem ultrapassava 50 mil visualizações e centenas de comentários.

Na publicação ele escreveu:
Esse jovem cavalheiro está pregando que a comunidade LGBTQ vai queimar no inferno, então os músicos de rua @augie_bello e @ roel.julian ofereceram uma trilha sonora apropriada para isso, abafando o som” (em uma tradução livre)