O Twitter pediu desculpas oficialmente por ter bloqueado as hashtags com as palavras relativas a LGBTs, como era o caso de bissexual ou transexual.

Após a implementação de um novo filtro de segurança na plataforma anteontem, qualquer post de imagem que acompanhasse as hashtags era automaticamente impedido de ser exibido, como se qualquer conteúdo LGBT que estivesse acompanhado dessas hashtags, fosse considerado automaticamente pornô.

Após a repercussão negativa do caso na mídia, em seu canal de comunicação direto com usuários, o Twitter afirmou: “Identificamos o erro para o resultado de busca de alguns termos. Nos desculpamos e estamos trabalhando para resolver a questão o mais rápido possível.”

Em uma série de Tweets, o microblog se explicou:

“ Semana passada descobrimos um erro técnico que proibiu certas palavras por estarem relacionadas a um contexto sexual nos resultados. Nos desculpamos com quem possa ter se sentido ofendido por este engano. Estes não são os valores da nossa empresa.

Estamos revisando os termos e a maneira como a ferramenta os bloqueia para corrigir o erro. Estamos confiantes de que nas próximas 24 horas o bloqueio estará resolvido. Atualizaremos aqui conforme atualizarmos.”

Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).