Angela Oliveira construiu sua própria casa para fazer a sua vida. O que ela não contava era com a tamanha crueldade e transfobia de sua família que, pasmém, se considera cristã.

Transfóbica e nunca tendo aceitado e acolhido sua filha, sua própria mãe mandou destruir a casa que Ângela construiu. Acontece que a casa fica em um terreno da mãe, logo, ficou mais difícil Ângela impedir o vandalismo autorizado pela mãe.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Estão quebrando a casa que construí pra recomeçar minha vida. Quebrando tudo. Não sei daqui pra amanhã pra onde eu vou”, disse Ângela enquanto gravava a execução do imóvel construído.

É realmente difícil assistir ao vídeo abaixo sem querer destruir a cara do rapaz que destrói a casa de Ângela sem qualquer constrangimento:

Além de mandar destruir a casa, a mãe também mandou retirar os móveis da filha: “É um absurdo, tenho direito sobre as coisas que comprei”, disse Ângela desabafando em outro vídeo postado em seu Twitter:

VEJA TAMBÉM:  Homem gay processa governo de Trump por envia-lo para Guatemala, onde sofrerá homofobia

Com a repercussão do caso nas redes sociais, ela tem usado seu Twitter para atualizar as pessoas preocupadas com seu estado, de como está procedendo e do que necessita.

Angela agora precisa de ajuda para conseguir se mudar de cidade e arrumar outro lugar para morar até que consiga se estabilizar novamente. Para isso, ela lançou uma vaquinha online para levantar fundos.

Você pode ajudá-la em https://www.vakinha.com.br/vaquinha/me-chamo-angela-de-oliveira-fui-expulsa-da-minha-casa

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).