Erica Ferraz, uma mulher trans que vive em São Paulo, não esperava passar pela transfobia que passou em uma loja da Riachuelo por onde passeava e fazia compras ontem (26).

Enquanto olhava as maquiagens à venda, ao pedir uma base da Payot – de uma linha divulgada pela ex-BBB e influenciadora digital Boca Rosa – a vendedora a tratou no masculino e com deboche ao pedir o produto para outro vendedor.

“A vendedora ficou olhando pra minha cara e visivelmente não queria me atender. Chamou outra vendedora no rádio e me tratou no masculino”, denunciou Erica no vídeo postado em seu Instagram.

Erica ainda afirmou que a vendedora tentou encerrar o atendimento logo, visivelmente não querendo atendê-la e dizendo que não tinha o número de seu tom de pele e ela nem poderia experimentar os produtos para comprar.

Erica Ferraz diz ter sofrido transfobia em loja da Riachuelo. (Foto: Reprodução / Instagram)
Erica Ferraz diz ter sofrido transfobia em loja da Riachuelo. (Foto: Reprodução / Instagram)

Ao notar a maneira como foi tratada – sim, a transfobia nem sempre é apenas um caso de violência física ou xingamentos, mas também muitas vezes velada – Erica simplesmente deixou a loja desolada e chegou em casa em lágrimas, segundo seu relato.

“Se eu tivesse feito um escândalo, teriam chamado a polícia. Aí a travesti estaria errada como sempre, né?”, desabafou.

Assista abaixo ao desabafo de Erica postado em seu Instagram:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).