Poucos dias após declarar apoio a Jair Bolsonaro a presidência, a candidata trans ao Miss Bumbum, Paula Olveira, já se disse arrependida da postura.

Não se sabe ainda se a candidata fez isso devido às inúmeras críticas em seu Instagram, todas justamente colocadas, afinal, como pode uma pessoa transexual declarar apoio a um candidato notadamente homofóbico e transfóbico?

Sempre que pôde, o embuste Jair Bolsonaro se declarou contra direitos de transexuais trocarem de nome, uso de nome civil, e também em relação ao uso de banheiros públicos de acordo com a identidade de gênero da pessoa.

Quando foi perguntada na ocasião sobre o motivo de apoiar Bolsonaro, ela afirmou acreditar que eram apenas boatos tudo que diziam sobre o candidato. Em um post do Põe Na Roda, mostramos vídeos do mesmo afirmando absurdos como quando propôs surra a crianças gays para “endireitá-las” e quando disse que “gay ninguém gosta, tolera”.

“Tirei a foto por impulso por pressão dos organizadores do concurso e agora estou arrependida”, disse a jovem que afirmou não ter pesquisado o suficiente e nem pensado nas consequências de uma foto apoiando o presidenciável que vem sendo além de tudo processado por racismo pela Procuradoria Geral da União.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).