O treinador de futebol Toninho Cerezo revelou que foi demitido do Sport Clube de Recife por se pai da modelo transexual Lea T. O ex-jogador da Seleção Brasileira de Futebol trabalhou no clube em 2010. A revelação foi feita em entrevista ao UOL Esportes.

“Na época, para o mundo do futebol, você precisava ver. Eu estava treinando um time, acho que era o Sport, e eu tenho quase certeza que eles me mandaram embora por causa disso. Eu acho que foi, espero que não, espero que eu esteja errado”, afirmou Cerezo. 

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Toninho Cerezo revela demissão de clube de futebol por ser pai de modelo Lea T
Toninho Cerezo revela demissão de clube de futebol por ser pai de modelo Lea T (Foto: Reprodução / GSHOW)

O diretor do time Sport, Gustavo Dubeux, negou que o clube tenha demitido Toninho Cerezo por ser pai de uma modelo trans. “Não teve a ver. Acho que houve algum engano, pois não foi falado nada sobre a filha de Cerezo no Sport”, se defendeu.

Lea T se emocionou ao comentar a atitude do pai na época.”Meu pai foi tão maravilhoso que, quando falaram isso [ser prejudicado por causa da filha], ele me ligou: ‘Lea, eu posso perder todo o trabalho do mundo, ir para rua, mas terei orgulho de ser seu pai e não quero que pense que sua felicidade tem que depender do meu trabalho’. Para o meu pai e minha mãe, a minha felicidade é a deles”