O Ministério do Planejamento do governo federal mostrou bem quais são as suas prioridades ao ser revelado que R$ 209 milhões de reais do dinheiro público foram simplesmente realocados.

Segundo informações reveladas pelo jornal Folha de São Paulo, a verba, que inicialmente seria usada em programas voltados ao combate à violência contra a mulher e à reforma agrária, agora vai para a Secom, órgão que controla os gastos em publicidade do próprio governo.

A descoberta da movimentação partiu do partido PSOL, que já promete acionar a Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Supremo Tribunal Federal (STF) para que apurem o uso do dinheiro.

Em resposta, a Secom declarou que se trata de uma “recomposição” e argumentou que o dinheiro estava previsto no orçamento deste ano, mas foi cortado pelo Congresso Nacional. A pasta ressalta que o investimento em propaganda respeitará a lei eleitoral, que limita o volume dos gastos.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).