Em uma decisão inédita, a Suprema Corte do Canadá acaba de determinar que crenças religiosas devem ser respeitadas, mas não podem se sobrepor aos direitos e cidadania de pessoas LGBTs em suas conquistas pro igualdade.

De acordo com a BBC, a decisão veio após ir parar na justiça o caso da Universidade Trinity Western, que quis penalizar dois estudantes do gênero masculino por ter um relacionamento em suas dependências.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Conforme o pedido da Universidade aos estudantes, sob alegação religiosa já que é uma instituição evangélica, os dois deveriam evitar manifestar afeto publicamente, sendo autorizado apenas relacionamentos heterossexuais em suas dependências.

Após os estudantes buscarem seus direitos, a justiça determinou que LGBTs devem ter seus direitos protegidos da discriminação e que isso deve se sobrepor à liberdade religiosa.

VEJA TAMBÉM:  Layout aprovado? Esta poderá ser a nova bandeira LGBTQ+

A medida agora deve servir de jurisprudência para qualquer discriminação a LGBTs com base em religião no país. E tá certíssimo, né? Isso chama Estado Laico, uma lenda no Brasil.

Veja também:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).