A Suprema Corte da Romênia acaba de decidir que casais homoafetivos devem ter os mesmos direitos dos casais heterossexuais, em uma decisão histórica.

A Corte Constitucional de Bucharest determinou que casais LGBT devam ter a mesma privacidade e entendimento de família que os heterossexuais, com as mesmas medidas legais, garantia de benefícios e reconhecimento da sociedade e poder público.

A decisão é importante principalmente porque vem em um momento onde se discute um referendo nacional que poderia barrar a decisão no país, colocando na lei que casamento era aquele somente entre um homem e uma mulher.

Ativistas LGBTs e dos Direitos Humanos, incluindo a Anistia Internacional, a Comissão Europeia de Leis sobre Orientação Sexual, dentre outras organizações, comemoraram a decisão.

Apesar da nova medida, é importante lembrar que pessoas LGBT na Romênia ainda enfrentam muito preconceito da sociedade em uma cultura hostil a diversidade. Prova disso são as 3 milhões de assinaturas contra a medida, que tentou barrar a equiparação da união homoafetivo no país.

Pra se ter ideia, esta semana, tentando contestar a decisão, o jornal Romenia Libera, do país, colocou em sua capa uma drag queen vestida com uniforme de polícia escrevendo: “A nova ordem LGBT”, como se ser LGBT fosse uma imposição agora.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).