Essa semana, uma livre realizada em Natal (RN) no último sábado (03) transmitiu um show de transfobia bizarro protagonizado pelo jogador do Corinthians Edilson Capetinha, ex-jogador da seleção brasileira onde conquistou o penta campeonato mundial.

Para piorar, na live estavam presentes alguns ex-BBBs , outros ex-jogadores de Futebol , Nicole Bahls e Milene Domingues, que simplesmente riram das piadas transfóbicas de Edilson e não fizeram absolutamente nada durante sua fala.

Nicole Bahls, que é uma diva das gays, reconhecida pela comunidade com grande apoiadora da causa, não deu uma palavra durante a fala nojenta e irresponsável de Edilson: “(…) traveco a gente reconhece pelo gogó (…) ele viu uma morena bonita, mas não era a Carla, era o Carlão…”.

O show de horrores e transfobia continua com o jogador dizendo “eu vou arrebentar com ele” (se referindo ao seu amigo que ia pegar um “traveco” sem saber). A história que o jogador conta é sobre fazer uma pegadinha com o amigo levando ele a “pegar” uma travesti.

Nicole Bahls deveria protestar contra transfobia

Lembramos ainda que em entrevista ao Fuxico em 2019, Nicole Bahls revelou que poderá comandar um Reality Show Gay. Apesar de o projeto estar nos papeis, a pretensão para o programa existe e é alta. Os seguidores já começaram a cobrar da diva um posicionamento sobre a live.

transfobia

Esperamos não apenas que Nicole Bahls se pronuncie, mas que os patrocinadores do jogador Edilson capetinha manifestem repúdio a esse tipo de atitude criminosa contra pessoas transexuais e travestis, que já não podemos mais tolerar.