Semana passada, viralizou na Internet a notícia de um segurança de uma unidade do supermercado Walmart / Big BomPreço Boa Viagem, de Salvador, que foi acusado de homofobia após impedir a entrada de um homem gay usando um shortinho.

Na ocasião, o segurança alegava que aquilo “não era roupa de homem” e que estava agindo apenas “para proteger as crianças”, ainda que o mercado tivessem várias mulheres de shorts curtos e ele não tenha tido qualquer objeção quanto a isso.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Pascoal de Oliveira foi impedido de entrar em mercado por segurança por conta de shortinho. (Foto: Reprodução)
Pascoal de Oliveira foi impedido de entrar em mercado por segurança por conta de shortinho. (Foto: Reprodução)

E a atitude do segurança gerou revolta não apenas na Internet, onde internautas protestaram, mas também no mundo real.

Um grupo de LGBTs se uniu e compareceu ao estabelecimento usando shorts curtíssimos, em um protesto chamado Ocupação Shortinho. Um vídeo mostrando parte da ação já viralizou na Internet alcançando mais de 280 mil visualizações.

Muitos internautas apoiaram o ato: “O short não ofende nenhuma lei” e “Só não deviam ter comprado nada! Mas que atitude f*da! To todo arrepiado”, foram alguns dos comentários no post do vídeo.

VEJA TAMBÉM:  Apresentador da Band, Milton Cardoso, comete crime de homofobia ao vivo; assista

Assista abaixo:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).