O Shopping Metrô Tucuruvi, da cidade de São Paulo, foi condenado a pagar indenização a um casal de lésbicas que o processou.

Assim como muitos casais homoafetivos, Marjorie e Thamires passeavam pelo local quando deram um selinho, assim como qualquer casal hétero faria sem ser importunado por isso. Foi quando um segurança abordou as duas exigindo que não fizessem aquilo dentro do shopping.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Muitos casais homoafetivos deixariam quieto e seguiriam a vida, né? Pois as duas, junto de dois amigos advogados, Bruno Ruiz Segantini e Paulo Fontana, decidiram entrar na justiça com uma ação e o resultado foi uma lição ao shopping e ao segurança homofóbico.

Casal de garotas abordado pelo segurança do shopping.

O juiz condenou o estabelecimento a pagar indenização as vítimas sem prejuízo de apuração criminal. O valor não foi revelado.

Vale destacar o que disse trecho da decisão do juiz acerca do assunto:

“De fato, as autoras, foram expostas a situação vexatória, em público,simplesmente por conta da sua orientação sexual, sendo presumíveis a dor, humilhação,frustração e raiva que sentiram, situação que ultrapassa, e muito, o mero aborrecimento.” A sentença transitou em julgado e é, portanto, irrecorrível.

VEJA TAMBÉM:  Em vídeo, Bolsonaro assume ser homofóbico e diz que “gays não terão sossego”

Como disse Bruno Ruiz Segantini, autor do post no Facebook que divulgou a notícia: fica a lição para todos. Não se calem. Nós podemos e devemos ser escutados. A prestação jurisdicional pode demorar, mas o combate valerá a pena e teremos documentos jurídicos que nos darão força e direitos reconhecidos. Parabéns a ambas, por não terem esmorecido e terem feito o direito de vocês valer.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).