Hoje vi uma postagem no grupo do meu bairro (meu bairro tem um grupo de Dicas no FB), em que uma pessoa dizia que seus cachorros ou um deles latia muito durante a sua ausência mas a ausência é diurna. Logo se seguiram vários comentários de pessoas indicando adestradores para que ele resolvesse isso para não incomodar ninguém.

Eu sempre digo: Quer sossego? Vá morar no Interior. São Paulo tem barulhos demais e, os cães e gatos de nossas casas não podem ser causadores de incômodo para os vizinhos chatos que não têm pets.

Hoje em dia eu tenho uma border collie e, late pouquíssimo mas, já tive um poodle que fazia da vida dos vizinhos um Inferno quando ficou velha e doente e, não queria ficar sozinha em casa. Quando eu saía, ela armava um berreiro.

Certa vez cheguei em casa e tinha uma vizinha de prédio para reclamar do latido do meu cachorro. Obvio que dei um passa-fora nela porque o cachorro não está impedido de latir. A resposta dela é que depois das 22h ela não poderia latir. Respondi que assim que eu lesse a lei do silêncio pra cachorra, por certo ela pararia de latir. Ora, faça-me um favor!

Era uma daquelas pessoas mimizentas que acham que os vizinhos (de prédio), devem lhe dar satisfações sobre seus animais.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Primeiro: quem gosta e tem animais de estimação, seja cachorro, gato, papagaio ou o que for, já é gente boa!

Segundo: regras básicas de convivência já estão na convenção de condomínio.

Se você mora em casa, então seu problema é ainda menor.

Não há lei que proíba pets em condomínios. O que há é um bom senso. Se seu cachorro fizer alguma sujeira nas áreas comuns, limpe e pronto.

Dentro da sua casa, ninguém pode dar palpite sobre seu cachorro ou, sobre qualquer atitude sua.

A Justiça, inclusive, dá ganho de causa a todo mundo que for processado por causa de animais de estimação. Nunca ouvi falar que alguém perdeu seu animal de estimação por causa de uma ordem judicial. Obviamente não conheço ninguém que tenha um leão no apartamento (rsrsrs).

Se, seu pet não oferece perigo a ninguém e, simplesmente late durante o dia, isso não é razão para o condomínio te incomodar.

Cuidado, como eu disse, com as fezes, com urina e, com eventual mau cheiro do seu bicho fora de seu apartamento. De resto, curta a vida com ele.

Quem ama os animais, cuida deles e, eles nunca incomodam. Pessoas com pouco amor pra dar serão as mesmas que vão atormentar o síndico para “tomar providências” com seu cachorro ou gato, etc.