A polícia procura por um serial killer que tem o costume de matar mulheres trans e travestis pela rua.

Sempre passando com uma moto vermelha, ele se aproxima das vítimas, atira e vai embora. Seu paradeiro e mesmo identidade ainda são uma incógnita para a polícia.

Uma das vítimas que conseguiu correr e escapar dos tiros, falou à reportagem do Brasil Urgente, da Band, sobre o acontecido: “Ele passou três vezes pela Voluntários com a Cruzeiro do Sul, se aproximou de mim e efetuou os disparos.”

A sorte da transexual que preferiu não ser identificada pela matéria é ter corrido pra dentro de um hotel próximo para se esconder.


Assista também:


Uma amiga da sobrevivente, de 26 anos, que também teve a identidade preservada, não teve a mesma sorte. Em uma rua do bairro Carandirú, havia três transexuais na rua quando o criminoso passou atirando e todas correram.

Ainda que tenha escapado com vida, uma das vítimas segue internada no hospital.

A polícia – que investiga a série de assassinatos e tentativas de assassinato no 13º DP – ainda não conseguiu identificar a placa do veículo do assassino, mas já trabalha em sua busca através de retrato falado.

Confira abaixo a reportagem completa do Brasil Urgente sobre o caso:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).