Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Alexander Shprygin, que é presidente da União dos Torcedores Russos e hooligan, fez um alerta aos turistas gays que forem frequentar a Copa do Mundo.

“Claro que aqui na Rússia existem gays, mas pra nós isso não é normal e nem algo que nos agrade.”, afirmou.

Ele ainda tentou justificar seu preconceito e ódio como algo “cultural do país”: Se você vai pra Arábia, mulher deve se cobrir toda. É como acontece com gays aqui. Se quiser sair de short rosa, de mãos dadas com seu companheiro na rua, ficar se beijando, vai ter problemas!”.

O hooligan está atualmente impedido de comparecer a Copa do Mundo. Isso por ter se envolvido em uma briga na Eurocopa 2016, quando chegou a passar alguns dias em um centro de detenção antes de ser expulso do país.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).