O CEO da Apple Tim Cook, que saiu publicamente do armário em 2014, afirmou que não se arrepende de ter se assumido publicamente e disse em entrevista ao People en Espanol que ser gay não devendo ser algo que impede qualquer pessoa de realizar o que quiser.

“Só posso falar por mim mesmo, mas ser gay é algo que me dá um nível de empatia que, provavelmente, é muito maior que a média das pessoas. Isso porque, por ser gay ou trans, por exemplo, você é uma minoria”, disse.

Ele então explicou: “E acho que quando você faz parte da maioria, mesmo que intelectualmente possa entender teoricamente o que significa ser uma minoria, você não viveu isso na pele pra saber na prática”.

“Gay não é uma limitação. É uma característica que espero que enxerguem como eu: sendo um presente de Deus.

“É isso que espero me assumindo publicamente: divulgar essa mensagem a todos os jovens que lutam com sua identidade, que não têm certeza de que são suficientemente resistentes ou bons o suficiente por conta disso, ou os que se sentem inferiores de alguma forma”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).