Jornalista ganhador de um prêmio Pulitzer e, coordenador de uma site “The Intercept” onde fala as verdades e vazamentos da operação Lava Jato, também conhecida como Vaza Jato, Gleen Greenwald hoje foi denunciado pelo Ministério Público Federal por ter orquestrado o ataque dos hackers aos celulares de autoridades que ele denunciou.

Vejam bem, o Ministério Público Federal, denuncia um jornalista que, tendo tido acesso a milhares de mensagens dos procuradores da Lava Jato, que também são do Ministério Público Federal, porque agora querem provar que foi ele quem mandou dois ou três hackers de Araraquara, clonarem os telefones das autoridades.

Riam!

Só rindo muito mesmo para ver que no país onde o Ministro da Justiça declara que não contraria o patrão nem em público e nem no privado, permite que um ataque desses seja feito à uma instituição como a imprensa.

Imprensa livre é a base de uma democracia mas, o que vivemos hoje em dia não é bem uma democracia, é uma democracia onde o presidente não pode ser contrariado e, os seus assessores, ministros e secretários, chegam a fazer discursos nazistas e, só são demitidos depois de muito escândalo internacional.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Glenn Greenwald é jornalista e marido de um deputado federal com quem se casou e, adotou duas crianças. Já foi alvo de ataques do presidente e do próprio ministro da Justiça que, editou uma portaria simbólica, a 666 sobre a deportação de estrangeiros que tinha como único interesse deportar Glenn antes que ele vazasse os áudios da Lava Jato.

Até quando vamos permitir que esses desmandos sejam feitos??? Está na hora de irmos em busca de mostrar que democracia é democracia e nada menos que isso será tolerado pelos brasileiros.