Os advogados que votaram neste governo e militavam na área trabalhista devem estar arrancando os cabelos de arrependimento.

O bordão de que é melhor menos direitos trabalhistas do que falta de emprego, aliado à aprovação das medidas provisórias da desburocratização da livre iniciativa têm um fim e um objetivo único: acabar com as leis trabalhistas e com a Justiça do Trabalho.

Não se engane que este governo é trapalhão e o presidente é um boquirroto: tudo é orquestrado enquanto perdemos tempo pensando nas bobagens que ele fala e não prestamos atenção ao que se faz nos bastidores.

É bem verdade que o Brasil era o paraíso da Justiça do Trabalho onde muitos empregados viviam às custas de indenizações trabalhistas de tempos em tempos.

Em nome de tirar o PT e, reafirmo, não sou petista, elegeu-se um governo truculento e aliado às vontades americanas do seu ídolo, Donald Trump.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os que este artigo leem, pensem bem daqui a algum tempo, que eu escrevi isso: Se cuide porque as leis trabalhistas vão acabar.

De onde eu tirei essa sandice? Tirei do fato de que desde o tempo de Michel Temer, muitos direitos trabalhistas foram tirados do trabalhador porque empresas estrangeiras não tinham interesse de aqui se estabelecerem por conta da enormidade dos gastos trabalhistas.

Claramente, Sua Excelência o nosso presidente, se pôs de joelhos ao mandatário americano que, pode ter sido um dos solicitadores destas mudanças mas, na verdade, o tal posto Ipiranga é o gestor deste projeto.

O ministro da fazenda que, tudo pode, é um banqueiro e, banqueiros podem até ser os maiores beneficiados desde sempre na economia brasileira mas, querem mais: agora os bancos são digitais e, nem caixas para atender os clientes as agências têm mais… Bilhões e bilhões de lucro anual não são suficientes para esses urubus da economia global.

É da fala do senhor ministro da fazenda que vem a ideia de diminuir direitos trabalhistas.

Não se vai liberar mais FGTS para quem optar pelo resgate anual nos seus aniversários; já se pode trabalhar aos domingos sem que se receba a mais por isso e, finalmente, há sempre o terrorismo de que se o trabalhador não abrir mão de seus direitos, não encontrará emprego.

Segundo institutos de pesquisa, hoje em dia, trabalhadores são contratados com salários menores do que os que se pagavem em 2017 em todos os setores.

E os trabalhadores estão aceitando porque o número de desempregados só aumenta.

Reze para não ser demitido: daqui a muito pouco tempo, qualquer empresa vai te obrigar a abrir uma empresa individual e vai contratar você somente com a emissão de nota fiscal. Uma cortesia do governo, também foi a desburocratização neste sentido e, agora você poderá abrir uma empresa individual sem sócios e sem problemas. Não é desburocratização; é uma orquestração para que se acabe com as ações trabalhistas e consequentemente com os direitos que ela protegia.

Nem se fale, então, da atual reforma da previdência que vai impedir à grossa maioria de contribuintes, de se aposentar vivo…

Só não me canso de pensar no número de advogados trabalhistas e trabalhadores que votaram neste candidato hoje eleito, pensando que estavam fazendo o melhor.