A cantora Rebecca Black, que viralizou na Internet em 2011 com seu hit caseiro “Friday” (quem se lembra?) e clipe filmado com amigos, saiu do armário.

Na semana passada, no podcast Dating Straight, Rebecca e os apresentadores estavam conversando sobre namoro durante a quarentena, e Black disse que ela acabou de se separar de uma namorada de longa data.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em seu canal do Youtube, Rebecca já tinha falado sobre o assunto em um vídeo onde respondeu um seguidor que perguntou “Você faz parte da comunidade LGBTQ+?”.

E ela respondeu: “Definitivamente, vejo a sexualidade como um espectro. Você pode definitivamente estar muito em uma extremidade do espectro ou na outra. Você pode ser muito gay ou muito hetero, o que é super legal.”

VEJA TAMBÉM:  Pastor sai do armário aos 91 anos de idade: “Nasci assim, não tive escolha”

E explicou: “Mas, é claro, como em um espectro, existe um enorme meio-termo no qual todo mundo se encaixa. E eu definitivamente me vejo como estando nesse espectro”.

No podcast, questionada, Rebecca disse que considera sua sexualidade fluida: “Eu namorei muitos tipos diferentes de pessoas e realmente não sei o que o futuro reserva. Alguns dias, me sinto um pouco mais do lado ‘gay’ do que outros.”

Bissexual ou pansexual que chama, né?

Relembre o sucesso de Rebecca Black:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).