No início desta semana, o cantor gospel ruandês Albert Nabonibo resolveu assumir sua homossexualidade durante uma entrevista a um canal cristão no Youtube. Em entrevista a BBC, ele falou sobre a repercussão da revelação feita por ele, em meio aos evangélicos.

“Há muitos como eu, mesmo nas igrejas, o fato é que eles escondem isso por causa da mentalidade dos fiéis e da comunidade e por sua segurança”, disse o músico. Ao veículo, ele ainda comentou sobre os comentários intolerantes que tem recebido nas redes sociais.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Alguns me insultam, outros me chamam de louco e estúpido, mas há quem me entenda, como meu irmão, que sempre me incentivou a ser quem eu sou”, contou. Ele ainda lamentou a situação da comunidade LGBT em muitos países da África: “Sinto muito por pessoas como eu que vivem com medo, elas devem ser ouvidas, porque temos que ser tratados como as outras pessoas”, completou.

VEJA TAMBÉM:  Lésbicas são espancadas por “serem bruxas que merecem morrer” em Camarões

Vale lembrar que, no país do cantor, Rwanda, a homossexualidade não é considerada ilegal. No entanto, não existem leis para proteger a comunidade LGBT. Além disso, tanto o casamento civil, quanto a união estável entre pessoas do mesmo sexo, não são reconhecidos.

Para finalizar, Albert deixou bem claro que não irá voltar pro armário e viverá ao lado de quem o apoia. “Vou viver com aqueles que me aceitam e aqueles que me rejeitam – eu sei que será uma batalha diária”, encerrou. Assista abaixo: