A atriz Chyler Leigh, que interpreta a personagem Alex Danvers na série Supergirl, saiu do armário e revelou em entrevista ao site da ONG LGBTQ+ Create Change que é integrante da comunidade LGBT+. Além disso, a artista revelou que o enredo de Alex a ajudou a se entender com a orientação sexual.

Na produção, Alex é irmã da heroína Kara e possui um enredo que envolve a orientação sexual, em que precisa criar coragem para falar com a família sobre o fato de ser lésbica. “Quando disseram que minha personagem ia se assumir, uma avalanche de pensamentos e emoções passou por mim, por causa da responsabilidade que eu sentia de representar de forma autêntica a jornada dela. O que eu não percebi imediatamente foi o quanto a cena em que ela confessa sua verdade pularia das páginas do roteiro para se tornar uma variação da minha própria vida”, explicou Chyler.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Meu coração estava quase saindo pela boca quando filmamos. Cada vez que eu falava aquelas palavras, sentia que elas eram mais honestas. A jornada dela não é exatamente igual a minha, mas o coração do que ela falou [para a família] é o mesmo. O diretor, a imprensa, o elenco, os fãs — todo mundo sempre me diz que aquela foi uma das representações mais realistas de como é se assumir para alguém”, acrescenta a atriz.

Chyler ainda conta que a saída do armário da personagem fez com que alguns amigos se afastassem dela e do marido, Nathan West, devido a jornada de Alex ter tomado um rumo que não concordavam.

“Aqui vai a parte difícil dessa história: desde que aquele episódio foi ao ar, alguns queridos amigos que assistiam sempre à série me disseram que a abandonariam. Pouco depois, eles começaram a se afastar de nós na vida real. Minha família e eu fomos excluídos, perdemos muitas pessoas que amávamos”, contou Chyler.

“Esta tem sido uma jornada longa e solitária para o meu marido e eu, mas posso dizer com todo o coração que, depois de todos esses anos juntos, ainda estamos descobrindo coisas um sobre o outro. Nesta jornada, aprendemos a sentir orgulho de quem somos, não importa o que isso custe”, apontou a artista.