Ronen Rubinstein saiu do armário. O ator, que atualmente interpreta TK Strand em 9-1-1: Lone Star, se abriu sobre sua sexualidade em uma entrevista recente à Variety“Eu me identifico totalmente como bissexual”, revela. “Eu literalmente fiquei arrepiado ao dizer isso. É tão bom falar sobre isso, é tão bom finalmente estar confortável com isso”.

Ronen Rubinstein disse que de onde ele vem, “pessoas como eu, que se identificaram como bissexuais ou gays ou qualquer parte da comunidade LGBTQ+ não foram bem-vindas no passado”. O ator continua o relato: “Ou você enfrentou uma quantidade insana de palavrões, ou você levaria uma surra se fosse gay. Portanto, havia definitivamente um medo de abraçar o que eu sentia”.

“Eu estava definitivamente mais ciente disso no colégio. Eu estava ciente dos meus sentimentos e de como comecei a olhar para os homens, mas não conseguia falar com ninguém sobre isso”.

Ronen Rubinstein diz que a série Lone Star o ajudou

O romance de seu personagem com o policial Carlos Reyes (interpretado por Rafael Silva) se tornou um dos relacionamentos mais defendidos no ar, com fãs chamando o casal como ‘Tarlos’: “Os fãs, especialmente os fãs do Tarlos, é um dos maiores motivos pelos quais eu finalmente me senti seguro e confortável para falar sobre isso e finalmente abraçar e ficar feliz com isso”, explicou ele.

O criador da série Lone Star, Ryan Murphy, que é gay, tem sido uma fonte de apoio para ele, assim como para sua namorada Jessica Parker Kennedy: “Na verdade, ela é uma das primeiras pessoas que me questionou sobre isso de maneira respeitosa”, disse Rubinstein. “Ela disse: ‘Há algo que precisamos conversar?’ E eu disse: ‘’Talvez’. Não sabia como seria essa conversa”.

“Ela definitivamente me encorajou a falar sobre isso, apenas para viver minha verdade. Ela disse ‘Eu te amo por quem você é, seu eu completo e as pessoas vão te amar por quem você é e por você mesmo’”.

Ronen Rubinstein diz que “saiba que esta é uma história de esperança e felicidade” e que “os jovens não estão sozinhos e está definitivamente bem. Acredite em mim, eu sei que não é fácil”, ele continuou. “Meu caminho não foi nada fácil, mas é apenas mais uma coisa que posso compartilhar com as pessoas para ajudá-las e que saibam que estou aqui para ajudá-las.”