Bailey Cantrell, uma garota lésbica, estava em um posto de gasolina de Nashville, Tenesse, nos Estados Unidos, quando um homem hétero se aproximou dela.

“Meu amigo tinha ido ao posto de gasolina para pegar alguma coisa e eu estava esperando do lado de fora, quando este homem se aproximou pedindo o meu número de telefone”, contou a garota.

O rapaz chegou dando em cima, e ela, não só por ser lésbica mas não ter qualquer interesse, naturalmente recusou as investidas inconvenientes.

“Após a terceira recusa da minha parte, falei de uma vez: ‘Sou lésbica e não estou interessada!’. Foi aí que ele se tornou realmente agressivo e começou a me xingar de tudo que é nome”.

Imagens gravadas da câmera de segurança mostraram toda movimentação:

wave3.com-Louisville News, Weather & Sports

O homem acabou quebrando os vidros de seu carro, chutando o pára-brisa e pulando em cima do capô.

“A única coisa que eu estava pensando enquanto isso estava acontecendo é que ele pode ter uma arma, ele pode ter uma faca, uma arma, eu não sei. Então, praticamente apenas agitando cada membro para sair do seu controle ”, disse ela.

De dentro do carro, ela simplesmente deu ré pra tentar fazê-lo cair, se livrar e sair logo dali antes que a situação pudesse ser ainda mais trágica.

“Só queria sair dali, pegar meu telefone e chamar a polícia. O pior é que até agora ele está impune. Provavelmente deve continuar achando que se uma garota o rejeitar, ele pode fazer isso com ela”, afirmou a garota à reportagem.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).