O radialista invejoso e homofóbico Luiz Gama, que atacou gratuitamente o jornalista e apresentador da TV Globo, Matheus Ribeiro por recentemente ter sido convidado a apresentar o Jornal Nacional, se defendeu das acusações de ser um homofóbico.

Luiz Gama havia se manifestado publicamente contra a escolha de Matheus Ribeiro para apresentar o Jornal Nacional, afirmando que o mesmo só aconteceu por ele ser gay. Curiosamente, nenhum jornalista que apresentou o Jornal Nacional até hoje ele reclamou de ser hétero, né? O que já prova de vez sua homofobia, quer ele a reconheça ou não.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Agora, após muitas críticas depois de seus comentários contra Matheus Ribeiro, Luiz veio em suas redes sociais se defender do indefensável em um vídeo gravado e postado por ele mesmo.

“Esse vídeo tem apenas uma finalidade. Quero aqui reconhecer o meu erro, alguns exageros que cometi em postagens que equivocadamente foram interpretadas como racistas ou homofóbicas”, disse ele.

VEJA TAMBÉM:  Garçom é demitido de restaurante mexicano após homofobia com casal gay


E continuou: “Não fui, não sou e jamais serei homofóbico ou racista… Mas quero reconhecer o meu erro, meus exageros e pedir perdão a todas as pessoas que se sentiram ofendidas. Jamais me referi a você, jornalista Matheus Ribeiro da TV Anhanguera, de maneira nenhuma quando fiz aquelas postagens. Mas ainda sim, te peço perdão e peço que reconsidere essa minha posição. Tenham todos a certeza de que eu estou falando de coração. Jamais quis ofender qualquer pessoa gay ou não gay, negra, branco, moreno ou seja qual for a raça”, finalizou o jornalista homofóbico negando sua homofobia.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).