Um rabino ultraortodoxo de Israel afirmou que o atual surto de coronavírus pelo mundo está acontecendo por causa das tantas Paradas do Orgulho LGBT.

Em um discurso bizarro no sábado na yeshiva de Kiseh Rahamim em Bnei Brak, o rabino Meir Mazuz atacou as pessoas LGBT + e as culpou pela disseminação do vírus, relata o Israel Hayom.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Falando no evento, Mazuz disse que uma Parada do Orgulho é “uma parada contra a natureza” e acrescentou: “Quando alguém vai contra a natureza, quem criou a natureza se vinga”.

O rabino Meir Mazuz disse que os países árabes serão poupados do coronavírus porque “não têm essa inclinação do mal”. Além disso, ele culpou o surto de coronavírus no Irã – onde quase 200 pessoas morreram com o vírus – por “seu ódio a Israel”.

VEJA TAMBÉM:  Maioria dos muçulmanos já apoia casamento gay nos Estados Unidos, revela pesquisa

O rabino, que é o ex-líder do partido homofóbico Yachad, também disse que Israel estaria protegido contra o coronavírus. Ele claramente não acompanha a propagação do vírus – quase 40 pessoas já contraíram o Covid19 em Israel.

Seu discurso foi fortemente criticado por grupos LGBT + e organizações de direitos humanos, incluindo a Liga Anti-Difamação.

“É lamentável que em momentos como este, quando o mundo inteiro se reúna para erradicar o coronavírus, o rabino Mazuz ache apropriado culpar o surto do vírus na comunidade LGBTQ”, disse um representante do ramo israelense da Liga Anti-Difamação do país.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).