Surpreendendo o comediante britânico Stephen K. Amos, o Papa Francisco fez uma afirmação bastante inclusiva em mais uma demonstração de sua intenção de atualizar os conceitos da igreja católica.

“As pessoas que decidem rejeitar um outro por um adjetivo, não tem coração humano”, disse o Papa ao ser perguntado sobre a comunidade LGBT.

O diálogo aconteceu no programa de TV britânico da BBC, “Pilgrimage: The Road To Rome” (Peregrinação: a viagem até Roma)

Foi noticiado que, a princípio, o comediante não topou se encontrar com o Papa para a gravação. “Eu disse não. Não poderia ir lá tendo criticado recentemente alguns aspectos da igreja católica. Não me sentiria conformteavel”.

Entretanto, ele mudou de ideia ao ser autorizado pelos produtores a fazer as perguntas que quisesse à Francisco, que deu toda liberdade ao entrevistador.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Ao decidir participar da peregrinação, sendo uma pessoa não religiosa, eu estava a procura de respostas. Como homem gay, não me sinto aceito”, disse o comediante em um vídeo lançado previamente à entrevista para a BBC.

Ainda segundo informações da Folha de São Paulo, assim que o Papa respondeu a questão de Stephen sobre homossexualidade, os presentes que assistiam a gravação ficaram visivelmente emocionados.

“Eu me sinto fraterno entre vocês e nem perguntei a sua fé ou no que acredita, porque sei que vocês tem uma fé básica na humanidade”, disse o pontífice.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).