Pessoas trans moradoras da Casa Transformar, ONG criada para acolhe-los, começaram neste mês a receber aulas de jiu-jitsu como defesa pessoal. A oficina é ministrada pelo professor Milton Leite e mais quatro voluntários. Durante as aulas, os alunos aprendem sobre defesa pessoal, proteção física e discutem temáticas como a importância da saúde mental dentro do esporte.

Pessoas trans da Casa Transformar
Foto: Casa Transformar/Divulgação

As aulas acontecem uma vez na semana e em turmas de nove alunos. As atividades são divididas em duas etapas, a primeira é mais teórica, como debate sobre jiu-jitsu, defesa pessoal e inclusão de pessoas trans no esporte, e a segunda é totalmente trabalhada na parte física e que ocorre no tatame.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Moradores da Casa Transformar em aula de jiu-jitsu
Fotos: Casa Transformar/Divulgação

“Fazemos uma discussão para que a gente possa se aproximar mais. Dedicamos aos temas transversais, como preconceitos, nomenclaturas corretas, toda uma parte teórica sobre o mundo trans e o esporte. Depois, a gente passa para a prática. Não fazemos nenhuma adaptação”, disse o professor para o G1.

VEJA TAMBÉM:  Araraquara ganhará 1º abrigo para LGBTs expulsos de casa