O primeiro-ministro belga Alexander De Croo se pronunciou sobre um recente assassinato motivado pela homofobia, sendo o primeiro assassinato no país em 9 anos. A vítima, de 42 anos, foi encontrada nos arredores de um parque na cidade de Antuérpia, na Bélgica.

De acordo com o Pink News, a vítima foi encontrar um usuário do Grindr e foi morta no Domingo (07). O brutal assassinato abalou a pequena nação de 11,5 milhões de habitantes, e o primeiro-ministro expressou total solidariedade à comunidade LGBTQI+ belga.

primeiro-ministro Belga
Primeiro-ministro belga (foto: Reprodução/Royal Belgium Pool/Getty)

“Em nosso país, não há lugar para o ódio. O amor vence ”, disse Alexander De Croo em um tweet ao lado de um vídeo da bandeira LGBTQI+ ao lado da sede oficial do governo federal. Vale ressaltar que, se considerado crime de ódio, o assassinato será o terceiro na atual história da Bélgica, os outros dois ocorreram em 2012.

É importante pontuar que os ataques referentes à pessoas LGBTQI+ na Bélgica aumentaram em 38% nos últimos cinco anos, o que preocupa as pessoas e dentre elas, o ativista Laurent James. “Estamos indignados, o país todo”, relatou.