O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, foi justamente criticado por uma fala de um discurso recente onde ele desencorajou o uso de camisinha por, segundo ele, impedir o prazer.

Rodrigo estava falando para uma plateia de trabalhadores filipinos sobre a explosão populacional do país. Foi bem nessa hora que começou o festival de absurdos ao fazer afirmações como: “Evitem camisinha porque elas não dão prazer!”, “Mulheres, façam sexo oral como método contraceptivo” e “Camisinha é como comer sem desembalar a comida, com um plástico na boca. Tentem! É como funciona usar camisinha!”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Políticos e grupos ativistas, não apenas LGBTs, mas de saúde e de campanhas de conscientização de prevenção ao HIV de todo país, com toda razão, caíram em cima das falas do presidente. Filipinas é um dos países asiáticos com maior índice de novos casos de contaminação pelo vírus HIV. Nos 6 últimos anos, o número de novas incidências aumentou 140%, subindo de 4.300 casos em 2010 para 10.500 em 2016.

VEJA TAMBÉM:  Curta brasileiro sobre desestigmatização do HIV é selecionado em festival na França; veja o trailer

A senadora Risa Hontiveros, que é de um partido que faz oposição ao governo, condenou publicamente as afirmações do presidente: “ Ele deveria parar de fazer esses comentários sem noção! É irresponsável, sem falar no aumento de gastos públicos com saúde se fosse assim! Ele falava de prazer? Pois não há nada prazeroso em gravidez na adolescência sem planejamento ou infecções sexualmente transmissíveis.”

Risa Hontiveros, senadora que faz oposição ao presidente do país. Ela criticou as afirmações.

A Associação Internacional Human Rights Watch também condenou a fala: “Aos eleitores do Duterte, o comentário não pode ser levado nem como uma piada. É um absurdo um presidente diminuir a importância dos preservativos ao mesmo tempo em que as Filipinas passam por um dos maiores crescimentos de novos casos de HIV de toda Ásia e região do Pacífico.”

Vale lembrar que as Filipinas são um país católico e durante muito tempo a Igreja na região fez campanha para que o acesso da população a preservativos e métodos contraceptivos, fosse restrito e não gratuito.

VEJA TAMBÉM:  Rosana Hermann revela como Clodovil era cruel por trás das câmeras

Veja também:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).