Em um de seus tradicionais discursos, o presidente da Uganda, Yoweri Museveni, conhecido pela postura extremamente conservadora, afirmou que o sexo oral deveria ser um hábito banido no país: “Boca serve para comer e não para fazer sexo”, disse ele afirmando ainda que sexo deve se restringir aos órgãos reprodutores.

Yoweri atribuiu a responsabilidade pela banalização do sexo no mundo atual aos países estrangeiros, que segundo ele, tem valores distorcidos e estão todos errados.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Se tiver estômago (não só pra comer), assista na íntegra o discurso:
[embedyt]https://youtu.be/JQgkz9jx_KE[/embedyt]

Ele ainda sugeriu a proibição do ato, ainda que seja difícil tanto identificá-lo quanto punílo. E se você acha que esta é só uma ameaça sem fundamento, vale lembrar que este mesmo presidente também ficou conhecido por ter aprovado a lei que pune a homossexualidade na Uganda.

A medida entretanto acabou sendo anulada alguns meses depois pelo repúdio gerado por boa parte da população e ameaças de sanções do governo americano.

VEJA TAMBÉM:  Esposa de pastor evangélico ameaça se jogar de ponte ao descobrir caso de marido com travesti; assista
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).