Um erro técnico – além da falta de noção da aeromoça – fez com que um casal gay tenha sido separado e obrigado a trocar de assentos pra que um casal hétero pudesse sentar um ao lado do outro em um vôo da Alaska Airlines.

O empresário David Cooley estava voando de Nova York a Los Angeles quando seu marido, ao seu lado no vôo, foi importunado pela aeromoça que pediu que ele trocasse de assento. Acontece que as passagens dos dois casais marcavam os mesmos assentos. A aeromoça então priorizou o casal hétero, que além de tudo chegou depois, pedindo pra que o marido de David se retirasse e sentasse em outro assento vago.

O incidente foi postado no Facebook de David, justamente indignado:

“Nunca fui tão discriminado! Fui tirado de um assento de um vôo da Alaska Airlines, vôo #1407 do aeroporto John Kennedy ao LAX pra que a empresa pudesse dar tratamento preferencial a um casal hétero.

Estávamos sentados em nossos assentos quando a aeromoça nos abordou e foi dito ao meu marido que teria que sair de seu assento pra que um casal hétero pudesse se sentar juntos.

Expliquei a ela que também éramos um casal e queríamos sentar juntos. Eles disseram que dariam ao meu marido um outro assento pois não tinham 4 assentos para dois casais sentarem juntos. Era isso ou ele teria que deixar a aeronave!”, desabafou ele no post.

Ele e o marido, indignados, deixaram a aeronave e fizeram questão de comprar outro bilhete e embarcar em outra companhia.

“Nunca mais vôo Alaska Airlines ou qualquer empresa do grupo Virgin Airlines. Obrigado Delta Air Lines por nos entender e transportar em segurança. Se você é uma pessoa LGBT, por favor, gaste seu dinheiro em empresas LGBT Friendly como a Delta!”, concluiu David em seu Facebook.

Procurada pela imprensa, a Alaska Airlines pediu desculpas pelo ocorrido e disse estar investigando para saber o que aconteceu de errado na marcação dos assentos da aeronave. Ambos os casais tiveram o mesmo assento marcado.

“Sentimos muito pelo ocorrido. Temos uma política de zero tolerância quanto a discriminação de qualquer tipo e esta é a recomendação dada aos nossos funcionários. Investigamos internamente e o que houve foi um erro na marcação dos assentos. É uma política da empresa priorizar as famílias em assentos próximos e não sabíamos que os dois eram um casal, sendo assim a aeromoça foi orientada a priorizar o casal hétero sem saber que os dois eram um casal gay. Já falamos com o ser. Cooley e pedimos desculpas sinceras elo inconveniente. Diversidade e inclusão são parte dos valores da Alaska Airlines.”

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).